Estrada sem fim

Acordamos em Etretat com muitos quilômetros pela frente, um bom trecho de carro e outro tanto de trem. Tomamos nosso café da manhã, comprado numa boulangerie, olhando as falésias na beira da praia. Nem o vento congelante atrapalho o momento. Acertamos o hotel e partimos para a estrada, eram pelo menos 3h de viagem até Lille. As auto-estradas francesas são muito boas, valem o que se paga de pedágio.

Utilizamos pouco o GPS, somente para nos guiarmos até a auto-estrada e depois para chegarmos em Lille. Dessa vez analisamos toda a rota antes de partimos para a estrada, foi bem melhor assim. Às 15h chegamos na Gare de Flanders, em Lille. Próximo trem para Brugge era às 17h, tínhamos tempo para descansar da estrada, almoçarmos e comprarmos as passagens.

Foi a primeira viagem de trem da Nanda, ela adorou a experiência, parecia eu na minha primeira viagem de trem. Chegamos às 18h33 em Brugge, logo estávamos no hotel, bastou pegarmos o primeiro ônibus em direção a praça central. Aproveitamos o final do dia, afinal só escurece às 21h, para conhecer um pouco da cidade. Nos assustamos com o preço dos restaurantes, preços para turistas. Acabamos jantando no Quick, era a melhor opção e o mais perto do hotel.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *