Portugal, volto em breve…

Último dia de turismo por Lisboa, no outro dia vamos partir cedo para o aeroporto, e fomos recebidos por um ótimo dia de chuva, perfeito para ficar em casa. Mas tinhamos que ir até a Fundação Gulbenkian para completar nosso circuito artístico pela cidade.

A Fundação Gulbenkian possui dois museus, um de arte moderna e contemporânea e outro de arte antiga, compramos o ingresso para ver ambas as coleções. Na parte de arte moderna havia uma exposição temporária de vídeos, eu sempre implico um pouco com vídeos, mas a maioria deles eram muito bons, gostei de ver. A coleção permanente possui na sua maioria artistas portuguêses, vários que eu nunca ouvi falar mas com trabalhos ótimos. O museu também tem um tamanho bom, não muito grande e não muito atrolhado. A coleção de arte antiga também é bastante interessante, ainda mais quando tu percebe que tudo aquilo fazia parte de uma coleção particular. Há ceramicas chinesas, tapetes iranianos, mesas francesas, quadros de diversos pintores, etc., impressionante montar uma coleção assim eclética!

Quando terminamos de ver os dois museus a chuva resolveu dar uma trêgua e até o sol resolveu aparecer. A Lu queria se despedir dos pastéis de nata, então voltamos para o centro e pedimos meia dúzia de pastéis! Comemos até dizer chega, estavamos prontos para caminhar mais. Por indicação da mãe, fomos caminhar pela Alfama, antigo bairro medieval, perto da Sé. O bairro é muito interessante, como todos os bairros medievais as ruas são extremamente extreitas, mas se nos outros que eu visitei tudo era plano, aqui tudo é um grande plano inclinado, com muitas escadas.

Conhecer portugal foi quase como descobrir um Brasil civilizado, onde acontecem coisas, onde existe transporte público descente, onde há trens. Definitivamente podiamos aprender algumas coisas com eles, talvez várias. Pretendo voltar para a terrinha para explorar ela melhor, há muitas coisas para conhecer por aqui!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *