Guard mounting, AKA troca da guarda

Dia de muito sol em Londres, resolvemos fazer o programa mais turístico de todos, assistir a troca da guarda. Pegamos o metrô e depois de uma pequena jornada chegamos ao palácio. O parque em volta do palácio é bastante bonito, apesar de estar completamente sem folhas. Não gostei muito da troca da guarda, acho que virou um grande teatro para turista ver. A banda até tocou o tema do 007, totalmente para turista. Não ficamos até o final, resovemos ir até a Abadia de Westminster, que fica próximo do palácio. Dentro da Abadia vi uma quantidade absurda de tumbas e tumulos, entre eles está o tumulo do Newton, acompanhado dos tumulos do Green, Faraday, Kelvin, Darwin, e outros cientistas famosos. Também há uma parte com poetas e escritores, mas não lembro dos nomes que eu vi.

Em frente a Abadia está o famoso Big Ben, junto com a House of Parliament. Na entrada há todo um esquema para previnir que carros cheguem perto dos politicos, eles vivem no medo de atentados. O prédio é bastante impressionante, com muitos detalhes na fachada. Pegamos um ônibus até o Pub da Lu, para almoçarmos um típico prato inglês: Fish & Chips. Eu que não gosto muito de peixe adorei! Os ex-colegas de trabalho da Lu são muito engraçados e divertidos, a manager falava muito rápido, muito difícil de entender.

Hoje foi um grande dia para a Lu, ela finalmente comprou o tão almejado Ipod! A Apple Store, que eu comentei brevemente antes, fica perto do Pub. Fomos até lá e eu novamente não queria sair lá de dentro. A Lu comprou o Ipod dela e eu fiquei esperando a Yole (nossa amiga de infância) chegar, ela sugeriu irmos num rio perto do Zoo e de Camden Town. Nas margens desse rio nem parece que estamos em Londres, há uma calma no meio do agito da cidade. Caminhamos pela margem até um shopping de Camden Town, onde havia muitas lojas diferentes, por exemplo: uma loja para clubbers, com milhões de coisas que brilham no escuro e que vieram do futuro ou que são Borgs (Star Trek para os que não entenderam).

De lá fomos atrás de um lugar para desbloquear o celular da Lu, pois só assim ela poderia levar o aparelho pro Brasil. Tomamos um café na Starbucks enquanto aguardavamos, depois a Yole seguiu para o teatro para trabalhar. Eu e a Lu fomos até uma livraria pegar um livro que ela comprou online. A livraria era gigante, com vários andares, a seção de informática era enorme e a de engenharia tão grande quanto. Encerramos o dia depois disso.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *