Paris – 2

No segundo dia, após congelarmos na frente do Gran Palais e decidirmos não entrar por que o ingresso era absurdamente caro, e só tinha uma exposição acontecendo lá dentro. Na parte maior do Gran Palais estavam desmanchando a exposição passada então pagar para ver só uma exposição menor não valia a pena. Acabamos rumando para o Louvre.

As piramides do louvre, e todas as galerias subterrâneas são muito legais e funcionam muito bem. O Louvre é um verdadeiro labirinto por dentro. Quando me contavam que os europeus haviam saqueado o resto do mundo, eu realmente duvidava dessa afirmação não tenho mais nenhuma dúvida, eles roubaram tudo o que conseguiram carregar. Dentro do museu tem de tudo, de desenhos egípicios à estatua da ilha de páscoa, além de infinitas pinturas. Tem até aquela tal de Gioconda aka Mona Lisa. Tem também as moças sintonizando o rádio uma da outra (ver figura se não entendeu o trocadilho). Almoçamos por lá, e depois fomos olhar a ala que não tinhamos visto ainda – como se fosse possível ver todo o Louvre num dia…

11115

Depois de horas de artes resolvemos dar um passeio pela rua, já era final da tarde (4h30 horário local). Achamos cerejas a venda numa fruteira e passamos o resto do passeio devorando elas. Quando estavamos quase congelando novamente, entramos num bar para tomar um chá com limão e comer um mil folhas. Aproveitamos que o local tinha WiFi grátis e atualizamos emails, abusamos do Skype, etc.

11087
11090
11118
11121
11124
11133
11136

Resolvemos jantar no hotel, passamos no supermercado e compramos queijos, pão, etc. Nada como comprar camembert na França, além de bom é barato.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *